Oficinas, palestras, audiência pública, roda de conversa e passeata marcam a semana de ação mundial no Ceará.

A Semana de Ação Mundial (SAM) é uma iniciativa da Campanha Global pela Educação (GCE) que desde 2003 acontece simultaneamente em mais de 100 países como uma grande pressão internacional sobre líderes e políticos para que cumpram os tratados e as leis nacionais e internacionais, com destaque para o Programa de Educação para Todos e os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ONU, 2000), no sentido de garantir educação pública de qualidade para todas e todos.

No Brasil, a Semana é coordenada pela Campanha Nacional pelo Direito à Educação, que produz e distribui materiais de apoio e realiza inúmeras atividades junto com diversos parceiros. Desde 2003, a Semana já mobilizou mais de 43 milhões de pessoas em todo o mundo.

Com o intuito de discutir questões de gênero, raça e deficiências, cujo enfrentamento é fundamental para que a educação pública e gratuita, inclusiva e de qualidade para todas e todos seja uma realidade no Brasil, a campanha traz este ano como tema “Educação não-discriminatória” e como lema “Diferenças sim! Desigualdades não!”.

No Ceará, a ação está sendo realizada pelo Comitê Cearense da Campanha Nacional pelo Direito à Educação. As ações iniciaram na terça-feira, com pronunciamentos de parlamentares na Câmara Municipal de Fortaleza e na Assembléia Legislativa do Estado sobre a Campanha. Na quarta-feira ( 04/05), pela manhã, o Cedeca Ceará ocupará a tribuna livre da Câmara Municipal de Fortaleza para falar sobre a campanha. À tarde, haverá uma audiência pública, às 14h, na Assembleia Legislativa do Ceará sobre o tema Educação não-discriminatória. No dia 05/05, acontecerá o D em escolas públicas municipais e estaduais, no qual ocorrerão oficinas, palestras e aulões sobre os temas gênero, diversidade sexual, racismo e deficiência e sua relação com a educação. Na sexta-feira 06/05, acontecerá, às 9h, uma passeata no Jangurussu para chamar atenção da comunidade sobre o direito à educação. Terminando a programação, acontecerá no dia 07/05, às 9h, na sede do Cedeca Ceará, uma roda de conversa sobre discriminação nas escolas com Alexandre Joca (mestre em educação, com pesquisa sobre homofobia nas escolas) e Margarida Marques (coordenadora do Cedeca Ceará).

Serviço:

Semana de Ação Mundial no Ceará
Na quarta-feira (04/05) audiência pública, às 14h, na Assembleia Legislativa do Ceará sobre o tema Educação não-discriminatória.

No dia 05/05 – Dia D nas escolas (haverá palestras e oficinas sobre gênero, homofonia, racismo e deficiência nas escolas

No dia 06/05 – passeata no Jangurussu às 9h
No dia 07/05 – Roda de conversa, às 9h, com Alexandre Joca e Margarida Marques na sede do Cedeca Ceará (Rua Deputado João Lopes, 83, Centro)

Escola Estadual Otacílio Colares (Jangurussu) no turno da manhã
EMEIF Vereador José Barros de Alencar (Jangurussu) no turno da manhã
EMEIF José Carlos Ribeiro (Antônio Bezerra) no turno da tarde
Escola Estadual Ermínio Barroso (Presidente Kennedy).
Escola Estadual Aloísio Barros Leal ( João Paulo II) nos turnos da manhã e da tarde
CMES Tais Maria B Nogueira (São Cristóvão) no turno da manhã
CMES Francisco Edmilson Pinheiro (Conjunto Ceará) no turno da manhã

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *